24 de abr de 2014

Esta com queda de cabelo?

Oiii lindas, hoje o posto é sobre um problema que farias pessoas sofrem e confesso que tem época que também fico com queda de cabelo.

Ai estão os meus conhecimentos sobre o assunto que li e pesquisei muito.

Causas da queda de cabelo

O cabelo é composto de queratina, a mesma proteína que a unha e a camada exterior de pele é feita. Os cabelos são produzidos por uma estrutura pequena debaixo da pele chamada o folículo capilar. Os folículos do cabelo são formados quando nós éramos ainda um feto, e depois que nascemos nenhum folículo novo é produzido.

O crescimento do cabelo é regulado frequentemente por hormônios dentro do corpo. Na puberdade, determinados harmônios masculinos provocam o crescimento de pelos, como o da barba e o debaixo do braço. Podem também provocar o começo da perda masculina genética de cabelo.

As causas da queda de cabelo podem ser:
  • Falta de nutrientes: Uma dieta pobre em nutrientes, pode levar a queda acentuada nos cabelos, uma vez que os nutrientes serão utilizados em outras partes do corpo.
  • Stress e ansiedade: O desequilíbrio emocional causado pelo stress e ansiedade, causam a queda de cabelo, porem esse problema é revertido naturalmente.
  • Uso de produtos químicos no cabelo: O uso de produtos como alisantes, desfrisantes e permanentes, pode agredir os fios resultando na queda de cabelo.
  • Pós-parto: Alterações hormonais e stress podem causar a queda de cabelo no pós-parto.
  • Anemia: Anemia se caracteriza pela deficiência de ferro, que pode resultar na queda de cabelo.
  • Infecção por fungos: Geralmente ocorrem no couro cabeludo, deixando a região descamativa e sensível.
  • Reação ao uso de medicamentos: O efeito colateral de alguns medicamentos é a queda de cabelo. Os medicamentos que podem causar queda de cabelo são: varfarina, heparina, propiltiouracila, carbimazol, vitamina A, isotretinoína, acitretina, lítio, betabloqueadores, colchicina e anfetaminas. Felizmente ao deixar de tomar estes medicamentos, o cabelo volta a crescer.
·         Fatores genéticos: A queda de cabelo pode ser uma característica herdada do pai ou da mãe, e é mais evidente nos homens, que tendem a ficar calvos com o passar do tempo.
Um dermatologista ou tricologista deve ser consultado para detectar as causas da sua queda de cabelo e assim indicar o tratamento adequado.

Tratamento para queda de cabelo

O tratamento para queda de cabelo deve ser direcionado para solucionar a sua causa.
Algumas opções para tratar a queda de cabelo feminino e masculino são:
  • Tomar um remédio para queda de cabelo como Pantogar, Minoxidil, Finasterida ou Pill Food, sob indicação do médico dermatologista;
  • Adotar uma alimentação saudável, rica em nutrientes, dando preferência ao consumo de vegetais, frutas e alimentos ricos em proteína;
  • Tomar um suplemento de ferro e zinco, sob indicação do nutricionista;
  • Uso do laser capilar: Atua como anti-inflamatório, que aumenta a circulação sanguínea, levando oxigênio e nutrientes a raiz dos cabelos e retira as toxinas que fazem o cabelo cair, diminuindo a queda e fazendo o cabelo ficar mais grosso e crescer mais rápido.
É importante cuidar dos cabelos de forma adequada, tendo muito cuidado ao lavar e ao pentear os cabelos para evitar a sua queda. Usar produtos para queda de cabelo de boa qualidade, como os da marca Klorane, Vichy e La Roche-Posay pode ser uma boa estratégia para garantir a saúde dos fios.
Em algumas fases da vida a queda de cabelo é mais frequente, como ocorre por exemplo no outono, na gravidez e durante os primeiros meses da amamentação. A queda de cabelo nestas fases é normal e geralmente não representa nenhum problema de saúde. Mas se queda de cabelo for localizada numa só parte do cabelo ou se os cabelos caírem ao ponto de se poder ver o couro cabeludo é aconselhada uma consulta com um dermatologista.
Tratamentos

Propecia
Propecia é o único tratamento oral aprovado pelo FDA para a perda do cabelo. É tomado uma vez por o dia e cresce o cabelo em aproximadamente 66% dos indivíduos após dois anos do tratamento. Aproximadamente 83% dos indivíduos no tratamento mantêm seu cabelo existente após dois anos também. Propecia trabalha obstruindo uma enzima usada na criação do hormônio masculino DHT, o hormônio que causa a perda do cabelo. Propecia é para homens somente. Pode causar diminuição do libido, menos produção do sêmen, e umas ereções mais "macias" em aproximadamente 2% dos indivíduos para cada um dos três efeitos colaterais listados. Os efeitos colaterais somem em mais de 50% dos indivíduos que continuam o tratamento e 100% dos indivíduos que param de usar o medicamento. Propecia custa aproximadamente R$ 90 reais por o mês.

Minoxidil
O Rogaine é comercializado no Brasil sob o nome de Regaine. Rogaine (Minoxidil) foi o primeiro tratamento aprovado pelo FDA para a perda do cabelo. É um líquido tópico aplicado no couro cabeludo duas vezes ao dia e é aprovado em duas concentrações - (2%) regular e concentração extra (5%). O Rogaine concentração regular reporta crescer o cabelo em 30-40% dos indivíduos, quando o Rogaine concentração extra reporta crescer o cabelo em 50-60% dos indivíduos. Rogaine estimula o folículo do cabelo para crescer, mas não pode impedir a deterioração eventual do folículo já que não bloqueia o hormônio masculino que causa a perda do cabelo, assim os resultados podem deteriorar-se após 2-5 anos a menos que for usado com um bloqueador de DHT como Urinozinc. Rogaine custa aproximadamente R$ 70,00 reais por mês. O Minoxidil é mais eficaz também quando misturado com 0,025% de Retina-A.

Urinozinc
Urinozinc é um suplemento alimentar totalmente natural sem contra indicações que combate a queda de cabelo. Ele é anti-andrógeno, bloqueando a formação do DHT (o grande vilão da queda de cabelo). O Urinozinc é composto por uma grande quantidade de ingredientes naturais que tem ação bastante conhecida no combate a queda de cabelo. Os ingredientes do Urinozinc agem em conjunto para combater a queda. Uma de suas grandes vantagens é que não causa efeitos colaterais. Homens e mulheres podem tomar o Urinozinc. Mulheres grávidas, amamentando ou que estejam querendo engravidar não devem tomar este suplemento.

Dutasteride
Dutasteride (GI198745) é uma droga similar ao Propecia / Finasteride, que obstrui a enzima que converte a testosterona em DHT. Ao contrário da Finasterida, Dutasteride obstrui ambos as enzimas que criam o DHT em vez de apenas uma, assim pode ser um tratamento mais potente para a perda do cabelo. É também, tanto quanto pudemos verificar, a nova droga mais próxima da aprovação pelo FDA para a perda do cabelo
Queda normal de cabelo

Muitas pessoas se apavoram com qualquer "fiozinho" de cabelo que cai de seu couro cabeludo. Porém, estas precisam saber que nossos cabelos estão constantemente caindo e sendo repostos. A queda de cabelo é um evento normal. Em média, nós perdemos cerca de 50 a 100 fios de cabelo por dia. Porém, nós também "ganhamos" cerca de 50 a 100 fios de cabelo por dia.

Na verdade, a quantidade de cabelos que uma pessoa perde por dia depende de uma série de fatores. Depende da quantidade total de cabelos que uma pessoa tem, o período médio de crescimento do cabelo de uma pessoa e até o grau de atividade em que o cabelo é exposto (Sobre uma forte ventania uma pessoa pode perder mais cabelo que a outra). Muitas vezes também o cabelo se quebra ao meio, dando a impressão de estar caindo mais cabelos do que realmente está.

Em condições normais, a quantidade de cabelo que cai é a mesma que renasce em um dia. Se você esta achando que seu cabelo esta caindo mais do que o normal você poderá recorrer a um tratamento.

Cada cabelo cresce em uma série das fases. Na fase do crescimento, o cabelo está crescendo continuamente por até cinco anos. Na extremidade do ciclo do crescimento, há uma fase transacional onde o cabelo não cresce e começa a mudar para a terceira fase. A terceira fase é a fase descansando. Durante esta fase, o folículo não está mais crescendo, e a extremidade o cabelo velho é puxada para fora. Assim o ciclo começa novamente e uma nova fase começa. Isto acontece repetidamente durante toda nossa vida, e isto justifica o fato de mesmo as pessoas que não perdem cabelo devido a genética perderem 50-100 cabelos por o dia.

Em pessoas afetadas por perda de cabelo genética aparenta-se ter um maior número de receptores hormonais nas áreas do couro cabeludo com queda de cabelo. Na maioria das pessoas afetadas pela queda de cabelo, os níveis hormonais são os mesmos das pessoas normais, porém como existem mais receptores na parte com queda estas pessoas são mais afetadas como se seus níveis hormonais fossem maior do que o normal.

Pesquisadores ainda estão pesquisando como a presença de um certo tipo de hormônio, Dihidrotestosterona (DHT), causa danos aos folículos em pessoas com perda de cabelo genética. A medida que os folículos forem danificados, os cabelos que crescem se tornam mais finos e os ciclos de crescimento mais curtos, até que nenhum cabelo ou um minúsculo cabelo é tudo que pode ser produzido.

A medida que mais e mais cabelos se tornem pequenos, a pessoa começa a aparentar mais calva. A perda de cabelo genética corresponde aproximadamente a 95% do total de todas as formas de queda  de cabelo. Outra grande causa é uma condição autoimune conhecida como Alopecia Areata, Alopecia Totalis (perda total de cabelo na cabeça) e Alopecia Universalis (perda de todos os cabelos no corpo). Pesquisadores também estão trabalhando para descobrir tratamentos para estas condições. Outras causas incluem a perda de cabelo decorrente a efeitos colaterais causados por medicamentos, estresse ou deficiências na dieta.
 
O cabelo é uma parte importante de quem nós somos. A pessoa média tem 5 milhões de cabelos (100.000 - 150.000 estão no couro cabeludo). Louro(a)s tem geralmente mais cabelo (aproximadamente 140.000 cabelos), moreno(a)s têm um pouco mais cabelo do que a média (aproximadamente 105.000 cabelos), e os ruivos têm um pouco menos do que a média (aproximadamente  90.000 cabelos).



Genética e fatores hormonais


Tanto um quanto o outro podem levar à alopecia androgenética, a calvície. Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar apontam que cerca de 25% das brasileiras entre 35 e 40 anos apresentam ou vão apresentar algum grau de calvície - os fios vão rareando na parte de cima da cabeça, na região da testa, e, dependendo do estágio, chega a dar para ver o couro cabeludo.

Para encerrar o caso - O especialista pode prescrever carboxiterapia, laser de baixa potência ou até mesmo transplante de unidades foliculares.
Stress, anemia, alterações na tireoide, dieta pobre em proteína: eles estão por trás do eflúvio telógeno, que é a segunda maior causa de queda capilar. Os fios pulam da fase de crescimento para a de repouso, antecipando a queda.

Para encerrar o caso - Além de combater a causa, se o vilão for o stress, seguir uma alimentação balanceada e rica em ferro; se problema for o corte drástico de calorias e de proteína, são indicadas sessões de carboxiterapia, laser de baixa potência e tratamento clínico.

Alisamento ou clareamento

Se for bem feito e respeitar o intervalo dos retoques, o único prejuízo é o ressecamento. Porém, como o alisamento rompe as pontes de hidrogênio e de cisteína do fio para mudar a textura dele, qualquer imprudência pode deixá-lo quebradiço. "Com o descolorante, a diferença é que ele torna a fibra capilar ressecada e, por isso, menos resistente à tração.

Para encerrar o caso - O dermatologistas, recomenda fazer o teste de mecha (aplicar o produto em uma mecha próxima da nuca e ver como o cabelo vai reagir) toda vez que for realizar um procedimento químico. "Outro cuidado a ser tomado é o de não misturar ativos alisantes incompatíveis, como o tioglicolato de amônia e a guanidina", diz o médico.
Penteados

Tranças coladas no couro cabeludo, dreads e rabos de cavalo apertados tracionam e traumatizam a fibra capilar.

Para encerrar o caso - Maneire no estica e puxa, não dê tantas voltas no elástico e aumente os intervalos entre os penteados.
Secador

A história de que ele arrebenta o fio tem a ver, na verdade, com a força empregada durante a escovação. "Pode reparar que as áreas mais prejudicadas são as da parte de trás da cabeça, aquelas que fazem a gente levantar o queixo.  O contorno do rosto também se dá mal, já que a gente sempre dá uma caprichada maior para não entregar as verdadeiras raízes. Tem ainda o calor, que pode causar a queda ao queimar o couro cabeludo ou estimular a oleosidade e levar ao aparecimento da caspa.

Para encerrar o caso - Maneire nos puxões, aplique protetor térmico nos fios antes de iniciar a escova, posicione o secador a pelo menos um palmo de distância da cabeça e, sempre que possível, deixe os fios secarem naturalmente.

Gripe, febre alta e infecções

"Não é regra, mas o trio pode levar à queda capilar por até três meses, mesmo que você já esteja curada". Tudo porque o organismo vai concentrar as energias em combater esses males e, com isso, deixar o cabelo em último plano.

Para encerrar o caso - Reforce o sistema imunológico consumindo alimentos ricos em vitamina C.
Conheça outros fatores que podem levar à queda capilar - e de que a gente nem desconfia:

Dieta pobre em carne vermelha: na falta do alimento, há o risco de você absorver menos ferro, o que compromete a chegada de oxigênio ao bulbo capilar. Aí, o fio nasce fraquinho, fraquinho.
Excesso de gordura, açúcar, cafeína e álcool: ao aumentar a chance de ter caspa e produzir mais radicais livres, o quarteto acelera o envelhecimento do cabelo, deixando-o quebradiço.

Redução calórica: os fios são tão sensíveis que um corte de 100 calorias, o que equivale a um copo de suco de laranja ou uma barra de cereais com chocolate, pode acentuar a queda.

Identifique seus sintomas e descubra o que você deve incluir na alimentação diária para suas madeixas crescerem mais rápido

Fios crescem muito devagar
Deficiência*
Manganês, ácido graxo e ômega 6.

Alimentos que suprem a deficiência
Óleos vegetais, semente de linhaça, feijão de soja, cereais integrais, gema de ovo, verduras, nozes, abacaxi e cenoura.
Cabelos secos e quebradiços
Deficiência*
Ácido linoléico, iodo, vitamina A, vitamina C, proteínas, cobre, zinco.

Alimentos que suprem a deficiência
Óleos vegetais, semente de linhaça, feijão de soja, queijos, leite integral, manteiga, gema de ovo, cebola, levedura de cerveja, germe de trigo, castanha-do-pará, amendoim, ervilha, trigo integral, frango, frutos do mar, carnes magras, peixes variados, fígado, frutas cítricas e hortaliças cruas.
Queda da raiz (fio tem uma bolinha branca na ponta)
Deficiência*
Cálcio, ácido pantotênico, biotina, zinco, proteínas, selênio.

Alimentos que suprem a deficiência
Gema de ovo, cereais integrais, germe de trigo, castanha-do-pará, leite e derivados, verduras (como couve, espinafre e brócolis), ervilha, tomate, milho, carne magra, fígado, frango, ostra e peixes variados.
Fios finos, sem brilho e sem vida
Deficiência*
Cobre, zinco e proteínas.

Alimentos que suprem a deficiência
Carnes magras, fígado, peixes variados, frango, ovo, trigo integral, levedura de cerveja, germe de trigo, castanha-do-pará, amendoim e ervilha. 

Mitos sobre a queda de cabelos

Stress causa a queda de cabelos? A resposta é talvez. Para que o stress cause uma queda significativa de seus cabelos, você teria que estar sob condições emocionais extremas durante meses consecutivos. Preste atenção: nós estamos falando de condições emocionais extremas. E assim mesmo isto não é verdade para todos já que muitas pessoas passam por situações muito estressantes e não ficam carecas.

As pessoas tendem a justificar a queda dos cabelos primeiramente culpando o stress. Porém, mesmo que esta possa ser uma causa, se você é homem e tem entre 20 e 30 anos, as chances são de quase 100% que o stress não é a causa principal de sua queda.

Má circulação causa a queda de cabelos? Isso é muito duvidoso. Massagear o couro cabeludo é um ato inútil. Não existe hoje em dia evidência científica suficiente para poder afirmar que a má circulação é uma causa da queda de cabelo. Lembre-se de que a má circulação pode ser uma causa quando associada a uma condição médica específica, porém em condições normais esta causa é duvidosa.

Sebo e Suor nos cabelos causam a sua queda? Pode ser um fator contribuinte, mas também não existem provas suficientes para considerá-los uma das causas principais. Sebo é o óleo natural presente no seu couro cabeludo, e alguns falam que sua produção excessiva pode "matar" os folículos capilares. Outros dizem que se você suar muito você irá ficar careca. Está Errado! Lavar a cabeça todos os dias é recomendado para reduzir o sebo/suor do couro cabeludo, e é claro que isto só poderá ajudar. Mas não considere o sebo ou suor como causa principal da queda.

Chapéu causa a queda dos cabelos? Você pode usar chapéu todos os dias por vários anos consecutivos que você não irá perder mais cabelo por causa disso. Não escute aqueles que dizem que o uso do chapéu irá fazer você ficar careca.



Cabelo comprido (peso) / Rabo de cavalo (puxar) causa a queda dos cabelos? O peso de seu cabelo não está enfraquecendo-o assim como a tração dos fios decorrente do rabo de cavalo não pode ser considerada uma causa principal da queda de cabelo.


Obrigada pela visita!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...