30 de jun de 2014

Protetor solar de corpo

Oi lindas...saiba que até no inverno eles são fundamentais.

O produto é fundamental para o dia-a-dia, porém ainda é muito comum se encontrar homens que vejam os protetores como meros rivais da insolação e isso não é verdade. Além de não nos deixar virar aquele famoso pimentão, que arde a cada relada ou encostão, o produto reduz e muito as chances de câncer de pele e ainda ajuda a retardar o processo de envelhecimento da pele.



"Sua função básica é proteger a pele da radiação ultravioleta nociva à pele. Basicamente ele age como filtros químicos, absorvendo as partículas de luz (fótons) ou bloqueando sua passagem (filtros opacos, conhecidos como filtros físicos)".



Protetor ou bloqueador?

Quais são as diferenças entre protetor e bloqueador? Essa pergunta é fácil de responder. "Eles se confundem, mas protetor é nome genérico dado ao filtro solar químico. Em geral, ele tem menor poder de ação, embora hoje existam filtros altos com o FPS 60 ou mais. Bloqueador solar é todo filtro chamado físico que bloqueia a passagem da radiação ultravioleta. Em geral são compostos por dióxido de titânio e oxido de zinco".



Mas e esse tal de FPS? Saca aquele número que fica estampado no rótulo dos produtos? Ele é o FPS (Fator de Proteção Solar). O fato é que se o produto trata-se de um protetor solar, ele é indicado para pessoas de pele não tão branca à parda, que ainda permitem se pegar um bronze. Já o bloqueador é indicado para peles mais sensíveis, então, nada de bronze para você.

Por que fico sempre vermelho?

“As chamadas peles claras, que na dermatologia chamamos de fotótipos I e II, numa escala até IV (onde este último se refere à pessoa de pele bem escura), sempre queimam e nunca, ou raramente, se bronzeiam. Isso se deve a menor quantidade de melanina na pele, pigmento este que dá o tom bronzeado”. Faz todo o sentido.



Se a pele produz a melanina justamente em proteção à incidência de raios ultravioleta na pele (como forma de defesa), o que acontece com as mais brancas? Não produzem tanta melanina, logo, bronzeiam menos. E se bronzeiam menos, ficam mais suscetíveis aos males do sol e avermelham porque queimam.



Aí vem você, que ficou o dia inteiro na piscina sem passar o protetor solar, e agora está se contorcendo para ficar sentado na frente do computador, procurando por qualquer solução contra essa ardência dos infernos. O que é que você faz para aliviar essa dor?



“Existem produtos a base de metol, talco mentolado e pasta d’água que aliviam a sensação de queimadura. Eles podem ser utilizados logo após a exposição ao sol e funcionam como calmantes do processo inflamatório decorrente do excesso de irradiação UV”, explica. Muitos produtos no mercado hoje são efetivos, mas é claro que o ideal é não se queimar.



Seja na praia ou no dia-a-dia, se proteger do sol é vital para a vida útil de sua pele. Então, faz uma forcinha e ajude ela usando o filtro ou bloqueador.


Obrigada pela visita!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...