17 de nov de 2014

Cuidados com as unhas

As unhas devem  ser aparadas de modo a evitar o acúmulo de sujeira e mantidas preferencialmente no formato oval, porem eu uso as minhas no formato quadrado tanto as da mão quanto as do pé. A cutícula não deve ser retirada, pois isso deixa a unha desprotegida e facilita a entrada de fungos e bactérias.
No mercado de cosméticos há inúmeros produtos destinados às unhas, como esmaltes, brilhos, bases, hidratantes, fortificantes etc. Alguns, no entanto, podem provocar alergia. Procure usar somente produtos devidamente registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Em caso de dermatite de contato ou outras complicações, interrompa o uso e procure um dermatologista.
Às adoradoras das unhas pintadas, um aviso: deixe-as sem esmalte uma semana por mês, no mínimo. O uso ininterrupto de esmalte causa ressecamento e enfraquecimento das unhas e  (deve ter um descanso entre a utilização do produto). Durante o período intervalo, deve haver a aplicação de hidratantes próprios para evitar o ressecamento.
O hábito de lixar a parte de cima da unha pode ser prejudicial, pois retira camadas de queratina e deixa as unhas mais frágeis e finas. O uso de acetona pode tornar as unhas mais frágeis e quebradiças, eu continuo lixando em cima da unha para diminuir as ondas que formam naturalmente assim o acabamento do esmalte fica mais bonito e liso, faço esse processo 1 (uma) vez por mês. Se, no salão de beleza, a profissional fizer esse tipo de sugestão, recuse. Prefira os removedores de esmalte, que não contém acetonas.
Muitos problemas nas unhas, aliás, são causados por procedimentos de manicure ou higiene feitos incorretamente. Os profissionais que cuidam das unhas deveriam ser treinados por dermatologistas, para realizar seu trabalho com maior assertividade e evitar problemas futuros em seus clientes.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...