8 de dez de 2014

Frizz

Lindas, não há cabelo sem frizz fora de comerciais de shampoo.

Frizz é um dos muitos inimigos dos cabelos crespos e encachiados. E para quem vive em um país tropical com umidade acima de 80%, este problema aumenta muito mais. Muitas donas dos fios cacheados ao perceber que está chovendo a primeira coisa que passa pela suas cabeças é meus cachos vão frizzar. Mas calma, nós temos a solução para seu problema.


O frizz é algo NATURAL.
Principalmente quando tratamos de cabelos cacheados.
Por natureza, cabelos cacheados possuem frizz e são lindos!!!
Caso você seja uma das bonitas cacheadas que julguem o frizz como um dos principais problemas do seu cabelo, por favor, leia o artigo “Onde está a dificuldade em tratar de cabelos cacheados“, ele lhe será muito útil!.

Como acabar com o frizz dos cabelos – dicas infalíveis cabelos cacheados
O que é o frizz?
Frizz é um dos problemas mais frequentes na mulheres. A razão científica por trás disso é muito simples. Encrespar refere-se a maneira pela qual as partículas são aglomeradas de hidrogênio no seu cabelo. Os aminoácidos que compõem o cabelo contêm átomos de hidrogênio e a umidade na atmosfera também contém hidrogênio. Quando estes átomos estão ligados entre si exibe o frisado.

Basta o clima esfriar ou o ar ficar muito úmido, que os cabelos já dão os primeiros sinais de frizz. 
Não há como acabar com o frizz, pode-se apenas mascarar ou prevenir sua formação.
O frizz não deve ser tratado como causa, e sim como consequência. Assim sendo, para combatê-lo, devemos tocar em sua origem, não tê-lo como fim.

Quando o assunto é cabelo, há uma coisa que todos têm em comum: o frizz. A palavra em inglês denomina os fios arrepiados que atrapalham o penteado e tiram as mulheres do sério. Cabelos lisos, ondulados ou crespos, todos podem ser vítimas do frizz.

Antes de começar a tratar, porém, é bom entender o que causa o frizz, para saber então como combatê-lo. “Tanto o excesso quanto a falta de umidade são provocadores do frizz”. “Quando o cabelo está ressecado, sem hidratação, com as cutículas abertas, absorve umidade do ar e pode ficar arrepiado". Além disso, esfregar a toalha nos cabelos, depois de lavar, também deixa o cabelo mais propenso a ter frizz, por causa do atrito entre a toalha e os fios.





O frizz pode ocorrer pelo atrito de escovas de metal ou plástico.
Opte por acessórios de madeira.

A falta de protetor térmico antes do uso de secadores é uma das causas para o frizz.
Dê uma chance ao óleo de coco extra virgem

Nos dias mais frios ou úmidos, controlar os fios parece uma missão impossível, pois o frizz (aqueles cabelinhos arrepiados) entra em ação e dá aspecto de cabelo maltratado. Para ajudar a combater ou evitar o problema, a Corpo a Corpo conversou com alguns experts e reuniu algumas dicas que vão ajudá-la a "domesticar" a cabeleira.

"O cabelo poroso está com as cutículas abertas e até mesmo com falhas nas camadas, o que o deixa doente, leve e ouriçado. Com isso, é natural que fique armado"

As químicas, tanto as de redução (relaxamentos, escovas químicas e alisamentos) quanto as de oxidação(coloração e descolorações), removem os lipídeos, cutículas e outros elementos. Seus pHs são alcalinos e contribuem para o desgaste da fibra capilar, mesmo que em baixas concentrações. 
Compromete a elasticidade dos fios e proporciona ruptura e desidratação da fibra. Aliás, qualquer agente térmico que ultrapasse a média de 170º C pode levar a um processo de desidratação dos fios, com isso, eles perdem parte da saúde.  "Hoje, já contamos com tecnologia avançada e podemos adquirir secadores especiais que minimizam esses estragos", a falta de um protetor térmico antes da escova pode provocar frizz nos fios que estão nascendo, facilitando a quebra.
corte com tesoura, de modo convencional, interfere no estilo e nunca na hidratação dos fios. Uma das finalidades do corte é a retirada de pontas duplas. Essas sim têm interação com o frizz, pois são partes do cabelo danificado"O fio reto pode contribuir para um resultado mais satisfatório que o cabelo repicado, que desalinha as pontas", é um mito dizer que cortes desfiados aumentam o frizz. "O que estraga e mastiga as pontas do cabelo é uma ferramenta com mau corte ou inadequada para tal finalidade. Se uma navalha estiver sem corte ou uma tesoura que não seja profissional, elas, sim, podem estragar o fio e aumentar o frizz".
"Quando o cabelo está desidratado e danificado, as escamas da cutícula se erguem, provocando o arrepiado".
Os fios grossos têm maior tendência a cutículas abertas e desalinhamento das escamas, o que os torna menos resistentes à umidade, vento, ar-condicionado e calor. O frizz também aparece quando há cabelo novo. "Se uma pessoa tem queda muito forte, os fios que nascem tendem a ficar frisados no início, principalmente se o cabelo for fino".
"Esses tipos de cabelos devem ser cortados secos e nunca podem ser desfiados, porque o cacho se forma na raiz e vem até as pontas. Se elas estiverem desfiadas, o cacho não se forma e aparece os frizz".
Então o primeiro passo para garantir cabelos em ordem é tratar. Fios ressecados arrepiam mais fácil, então não deixe de condicionar e hidratar. “Mesmo quem tem cabelos oleosos precisa de condicionador todas as vezes em que lavar os fios”, neste caso, a dica é aplicar o produto nas pontas, nunca na raiz, e enxaguar bem. Desta forma o cabelo não fica com aparência oleosa, e já está no caminho certo para eliminar o frizz.
Na hora de secar, o ideal é não usar vento. “Recomendo passar o produto sem enxágue do meio até às pontas dos cabelos, e bem pouquinho, o resíduo que sobrou nas mãos, perto da raíz. Aí então deixe o cabelo secar ao natural”, mas a dica só vale se houver tempo para deixar os fios secarem dentro de casa. 
Como a umidade é mocinha e vilã no caso do frizz, é preciso equilíbrio. “É bom usar produtos que selam os fios, desta forma a umidade boa, do cabelo hidratado, não ‘sai’, e a umidade ruim, do ar, não ‘entra’ no cabelo”. Produtos sem enxágue, como cremes para pentear, óleos para os cabelos e silicones ajudam a blindar os fios, e são ótimos aliados para quem quer distância dos arrepiados.
A melhor estratégia para reduzir o vendaval do secador de cabelos é usar um difusor, aquele acessório que encaixa no bico do aparelho e deixa passar o calor, mas não o vento. Na falta de um difusor, “Amasse os cabelos com uma toalha, segure perto da raiz e posicione o bico do secador na toalha, que vai ajudar a distribuir o calor, sem vento”.
Quanto às cutículas:
Cabelo crespo é muito mais poroso do que qualquer outro tipo de cabelo. O abuso de tratamentos químicos, corantes, secadores e chapas prejudicam as cutículas.
Como evitar o frizz?
O cabelo deve sempre estar nutrido, hidratado e saudável.
Aplique uma máscara nutritiva a cada 7 ou 15 dias, para manter o cabelo nutrido e saudável a longo prazo.
Dê um pouco de descanso para seus cabelos, não abuse do secador, chapas e tratamentos químicos.
Enxague o cabelo com água fria. Deixe a água fria correr por 2 minutos. isso ajuda a selar a cutícula do cabelo crespo e evita o frizz.
Evitar géis ou mousses que contêm álcool. Escolha um gel transparente e sem álcool.
As pontas duplas são muito mais propensas ao frizz. Corta as pontas dos cabelos no mínimo de três em três meses é essencial.
A ferramenta para os cabelos com cachos deve ser um pente de dentes largos. Procure usá-lo só no chuveiro e quando o cabelo ainda estiver molhado.
Cuidados para controlar o frizz dos cabelos crespos e cacheados
Ingredientes:
2 bananas
1 colher de sopa de mel
5 gotas de óleo de amêndoas
Preparação:
Esmague as bananas com o auxilio de um garfo. Em seguida adicione uma colher de sopa de mel, misture bem. Por último adicione 5 gotas de óleo de amêndoas.
Modo de aplicação:
Aplique sobre o cabelo cobrindo todas as superfícies e massageie bastante para distribuir uniformemente.
Deixe agir por meia hora.
Depois lave o cabelo com água fria, se possível, com um shampoo natural.




Produtos anti frizz podem atuar em três linhas de ataque, sejam em conjunto ou em separado:
1) Prevenção da quebra
2) Fortalecimento dos fios
3) Dissimilação visual/ Maquiagem capilar.

MAIS DICAS:
1. Use sempre um pente de madeira com dentes largos para penteá-lo. As escovas de cerdas mistas também são indicadas para controlar o volume e o arrepiado. Ao pentear, faça os movimentos devagar. Primeiro desembarace as pontas para depois escovar a raiz.
2. Nunca prenda o cabelo molhado. A pressão do elástico pode arrebentar os fios.
3. Aproveite: os bobes e o babyliss ajudam a definir melhor os cachos e a evitar o volume.
4. Antes de dormir, passe um pouco de silicone nos fios. Em seguida, escove e prenda em forma de coque. Assim, eles ficam mais disciplinados e “acordam” com uma bela ondulação.
5. Para controlar o frizz, use silicone líquido, que ajuda a criar um filme protetor nos cabelos.
6. Faça hidratações mensais no salão e quinzenais em casa. Todo cabelo bem-nutrido fica mais saudável e comportado.
7. Na hora de secar os fios, jamais esfregue a toalha para secar o cabelo. A força da fricção pode comprometer a saúde capilar, fazendo com que o frizz apareça. O correto é usar uma toalha de papel, inclusive para definir os cachos.
8. Lavar demais a cabeleira pode diminuir sua hidratação natural e dar brecha ao arrepiado. A água muito quente também causa desgaste dos fios, provocando frizz. E não se esqueça, ainda, de retirar bem o shampoo e o condicionador dos fios para não deixar a cabeleira pesada.
9. Quem tem madeixas cacheadas deve penteá-las sempre molhadas. Além de desembaraçar, isso ajuda a dar forma aos caracóis.
10. Os ativadores de cachos são verdadeiros amigos de quem tem cabelo enrolado. Eles nutrem e dão forma aos caracóis. Aplique-os em pequena quantidade, amassando as pontas delicadamente com as mãos.
11. Antes de usar o secador, sempre passe um produto termo ativador. Ele evita que seus fios se queimem ou percam sua hidratação natural.
12. Se não quiser lavar o cabelo durante o banho, proteja-o da umidade do chuveiro aplicando um spray de brilho. Esse produto contém polímeros que ajudam a evitar o frizz. Outra alternativa é a boa e velha touca de banho.
13. O volume e o frizz tendem a aparecer mais em fios ressecados e sem corte. Idas ao salão regularmente vão evitar esses problemas. Além disso, existem tipos de corte que auxiliam a reduzir o volume, converse com o seu cabeleireiro.
14. Deixar os fios cacheados secarem naturalmente pode ser uma boa alternativa para controlar o volume e o frizz.
15. O uso inadequado do secador, deixando-o perto dos fios ou quente demais, pode resultar no enfraquecimento das madeixas e favorecer o arrepiado.
Não consigo enxergar o que há de tão errado com os fiozinhos arrepiados. Frizz é tão natural aos cabelos quanto o instinto de sobrevivência é aos seres vivos. O que não é natural é exatamente a preocupação demasiada e/ou o aparecimento frizz fora do “normal” ao SEU cotidiano.


Obrigada pela visita!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...